Sádicos crimes de guerra -2 Unit 731


Sádicos crimes de guerra -2
Unit 731

Shiro Ishii (1892 - 1959), médico e comandante da unidade 731. 
Fonte : Wikipédia

Entre 1937 e 1945 o Exército Imperial Japonês conduziu experimentos humanos letais,no nordeste da China em um local predominantemente de populações chinesas e russas.
O grupo que realizava os experimentos era conhecido como Unidade 731 e tinha 3.000 pesquisadores e tudo começou com um homem: o tenente-general Shiro Ishii.
Shiro esperava usar seus conhecimentos de ciência para ajudar a tornar o Japão uma potência global. Quando o governo teve um interesse em armas biológicas em 1925, o Protocolo de Genebra proibia a guerra biológica ,mais justamente neste tempo o Japão fez muitas “cobaias” . Shiro se estabeleceu e começou a condução de sua ciência mortal,crimes de guerra.
Xinhua Getty / Images

Oficialmente os testes foram realizados para “desenvolver novos tratamentos para problemas médicos que o exército japonês enfrentava”, o New York Times relatou.
No entanto, ao longo dos anos, os pesquisadores testavam em prisioneiros (muitas vezes sem anestesia); doenças injetadas como a sífilis, antraz, e gonorreia em vítimas; em mulheres faziam experimentos em seus fetos estuprados, prisioneiros usados ​​como alvos humanos para granadas e até mesmo queimavam pessoas vivas. Do lado de fora da unidade, o exército japonês espalhava pestes de como pulgas em aldeias chinesas para estudar como era a propagação da doença.
Uma vítima da Unidade 731 do Japão - Xinhua Getty / Images

Os indivíduos foram chamados marutas , ou registros, e de acordo com The New York Times , eram simpatizantes geralmente comunistas ou criminosos comuns. Durante este período de tempo perto de 3.000 a 250.000 pessoas morreram em um único campo. O que talvez seja mais perturbador é que esses tipos de experiências não foram isolados na Unidade 731, e que muitos médicos simplesmente considerava estes procedimentos uma rotina.
Um edifício agora abandonado uma vez parte da instalação bioweapon Harbin usado pela Unidade 731. Wikimedia Commons
Um dos prédios da Unidade 731, em Harbin, aberto à visitação.
Fonte : Wikipédia

Apesar disto, muitas Unidades 731 e seus pesquisadores nunca foram julgados por crimes de guerra. Em vez disto, os Estados Unidos, ansioso para vencer a União Soviética na corrida armamentista global, lhes concedeu a imunidade com a condição de que todas informações que foram reunidas em seus experimentos seriam dos EUA. Dois documentos governamentais desclassificados revelam que os EUA eventualmente pagou mais de US $ 2,3 milhões (em dólares de hoje) pelos dados.
Placa em memória das vítimas num dos prédios do complexo.
Fonte : Wikipédia

Como aconteceu com os experimentos nazistas , os EUA usariam as pesquisas ganhas através destes crimes de guerra,para aumentar seu próprio programa de armas biológicas.

Fonte:all-that-is-interesting,wikipedia,wikimedia commons


EmoticonEmoticon

Postagem em destaque

Um olhar para os piores lugares do mundo para viver 2019.

Um olhar para os piores lugares do mundo para viver 2019. A bela cidade de Paris, cidade da luz está em 78 das 82 cidades do rank...