Históricas tendências de moda que o mundo quer esquecer.

Históricas tendências de moda que o mundo quer esquecer.
Rainha Elizabeth
Dentes podres
De acordo com várias fontes, Rainha Elizabeth tinha uma queda muito grande para doces, e esse hábito fez com que seus dentes ficassem bem escuros e podres,logo se tornou um símbolo de riqueza e status entre a nobreza, já que a decadência dentária significava acesso ao açúcar, uma mercadoria cara na Europa  e na Inglaterra.Os dentes podres ficaram na moda no Japão do final do século 19 também.

Rei Henrique VIII da Inglaterra
Codpieces
 É uma proteção colocada no órgão genital masculino que era uma declaração extravagante que queria mostrar a masculinidade de quem usava.O rei Henrique VIII da Inglaterra usou este acessório em seus retratos e na vida real.

Saias de aro
As saias de aro feitas de crinolina, que atingiram o auge de sua popularidade nas décadas de 1850 e 1860, eram tão grandes . Elas se tornaram tão onipresentes na sociedade vitoriana que as revistas chamaram esse fenômeno "Crinolinemania". Infelizmente, essas saias volumosas também tinham o hábito de pegar fogo, e centenas de mulheres conscientes da moda que pegaram fogo a cada ano,algumas até morreram por isso. No entanto, a segurança da saia de aro na moda na sociedade vitoriana continuou por décadas.

Espartilhos de homens
Os espartilhos são normalmente associados com cintura minúscula, figuras curvilíneas de muitas mulheres vitorianas,estes espartilhos não eram usados somente por mulheres. Homens vitorianos nas décadas de 1820 e 1830 começaram a usar espartilhos para conseguir uma cintura mais estreita. Na era vitoriana, o tipo masculino ideal começou a mudar,era ter ombros largos, um peitoral forte e uma cintura fina.
Do modo que esta hoje,essa moda vai voltar.

Chopines
Muito popular em Veneza nos séculos XVI e XVII, os sapatos de plataforma alta conhecidos como chopines eram usados ​​por mulheres nobres venezianas para viajar pelas estradas lamacentas. No entanto, o sapato rapidamente se tornou mais alto e mais alto, já que a altura do sapato significava o status do nobre.

Crakows (ou poulaines)
Eram sapatos com um bicos exagerados e de forma alongada. Este sapato atraente foi usado por ambos os sexos,geralmente a versão masculina era mais longa e mais bicuda, foi moda na Europa do século 15, mas somente os aristocratas mais ricos usavam a versão mais extrema do crakow.

Perucas
Teve seu auge na moda entre a nobreza francesa quando o rei Luís XIV começou a ficar calvo (provavelmente devido a sífilis) e começou a usar perucas espalhafatosas. Nobres homens e mulheres da corte francesa começaram a seguir o exemplo, e também usariam peles brancas luxuosas.

Tudor Ruffs
O Tudor Ruff tornou-se um emblema da era Rainha Elizabeth, ela preferia esses colarinhos de pescoço sufocantes feitos de uma linho fino, mas o ruff rapidamente cresceu em popularidade e em tamanho, pois se tornou equipado com um esqueleto de metal para dar-lhe uma forma mais exagerada.

Fonte: allthatsinteresting
3 de 15

Saias de aro

As saias de aro feitas de crinolina, que atingiram o auge de sua popularidade nas décadas de 1850 e 1860, eram tão grandes que alegadamente pouparam as mulheres vitorianas do afogamento . Eles se tornaram tão onipresentes na sociedade vitoriana que as revistas chamaram esse fenômeno "Crinolinemania". Infelizmente, essas saias volumosas também tinham o hábito de apanhar fogo, e centenas de mulheres conscientes da moda supostamente pegaram fogo a cada ano - alguns até morreram por isso. No entanto, a segurança da saia de aro na moda na sociedade vitoriana continuaria por décadas.
3 de 15

Saias de aro

As saias de aro feitas de crinolina, que atingiram o auge de sua popularidade nas décadas de 1850 e 1860, eram tão grandes que alegadamente pouparam as mulheres vitorianas do afogamento . Eles se tornaram tão onipresentes na sociedade vitoriana que as revistas chamaram esse fenômeno "Crinolinemania". Infelizmente, essas saias volumosas também tinham o hábito de apanhar fogo, e centenas de mulheres conscientes da moda supostamente pegaram fogo a cada ano - alguns até morreram por isso. No entanto, a segurança da saia de aro na moda na sociedade vitoriana continuaria por décadas.


EmoticonEmoticon

Postagem em destaque

Um olhar para os piores lugares do mundo para viver 2019.

Um olhar para os piores lugares do mundo para viver 2019. A bela cidade de Paris, cidade da luz está em 78 das 82 cidades do rank...