Um olhar para os piores lugares do mundo para viver 2019.

Um olhar para os piores lugares do mundo para viver 2019.
A bela cidade de Paris, cidade da luz está em 78 das 82 cidades do ranking de pior cidade para se viver acredite.

Este ano 82 (cidades) de 82 países foram pesquisadas a fundo pela InterNations que é uma empresa que guia, expatriados (pessoas que são residentes em um país que não seja seu país de origem.)
A InterNations conseguiu fazer um levantamento das condições destes expatriados numa pesquisa com 20 259 deles em todo o mundo. E o resultado de 2019 de acordo com as pesquisas são que às piores cidades para se viver no mundo são:
Cidade do Kuwait
Cidade do Kuwait, apesar de ser uma cidade glamorosa, com grandes edifícios muito modernos e um nível de vida elevado onde o petróleo reina.
Mais entre todos os 82 países e cidades do mundo todo, o Kuwait ocupa a 82.ª posição entre 82 cidades, está em último lugar. Muitos expatriados reclamam de longas horas de trabalho e semanas de seis dias, acrescentando que no Kuwait a relação dos trabalhadores estrangeiros, especialmente os trabalhadores mal remunerados, é muito ruim. Muito expatriado dizem que os cidadãos locais não são amigáveis, com isso, ganhou o pior lugar para se viver, último lugar na lista de 82 cidades.
Roma
Roma é uma das cidades mais desejadas do mundo para visitantes, no entanto, Roma é novamente eleita a pior cidade europeia para expatriados, ocupando a 81.ª posição entre 82 cidades no Ranking da Expat City 2019, apenas à frente da Cidade do Kuwait em escala global. “É difícil encontrar emprego aqui”, explica um expatriado da Turquia. Um expatriado espanhol comenta que “o custo de vida é muito caro e os salários em geral são baixos”.
Milão
Milão apesar de ser um roteiro de muitos viajantes do mundo, pela sua arquitetura milenar, ela está em 80 lugar de piores lugar para viver. Tem uma classificação baixa em todos os setores. A cidade apresenta um desempenho particularmente ruim no Índice de Vida no Trabalho Urbano e é a cidade com a melhor classificação do mundo em termos de satisfação no trabalho. Um expatriado alemão reclama do “mau equilíbrio entre renda e custo de vida”.
Lagos (Nigéria)
Lagos, Nigéria classificada em 79 lugar das piores cidades para expatriados no mundo e até é eleita a pior no Índice de qualidade de Vida Urbana. Além do clima local não ser muito bom, os expatriados estão especialmente descontentes com o transporte local, com estabilidade política e á segurança pessoal. “Não há segurança”, diz um expatriado russo, “e nenhum transporte público adequado está disponível”.
Paris
 Classificada em 78 das 82 cidades, Paris está entre às cinco primeiras cidades para expatriados. O Índice de reclamação é de 81.º, ficando à frente da Cidade do Kuwait 82.ª. Dois de cada cinco expatriados consideram os parisienses geralmente hostis. Paris também é uma das piores cidades do mundo no Índice de Finanças e Habitação. “Tudo é tão caro”, diz um expatriado de Portugal, “da habitação à comida e itens básicos”. Enquanto a cidade também é boa para opções de lazer local ranking 24, o mesmo não pode ser dito para a segurança pessoal, ranking 66. De fato, 17% dos expatriados dizem que não se sentem seguros em Paris, em comparação com 9% no mundo.
São Francisco
São Francisco não é apenas a pior cidade dos EUA está na 77.ª posição entre 82 cidades, é também a pior cidade do mundo no que diz respeito ao custo de vida local 82.ª e à acessibilidade econômica da moradia 82. Um expatriado peruano indica explicitamente que “os preços em São Francisco são muito altos”. Em uma nota mais positiva, São Francisco ocupa o segundo lugar no mundo em oportunidades de carreira local, derrotada por Boston. Um expatriado canadense elogia as “oportunidades de carreira incomparáveis” na cidade. Mas essas oportunidades têm um preço: São Francisco é classificado como baixa em segurança no trabalho 78.º, equilíbrio entre vida profissional e pessoal 78.º e horário de trabalho 80.º.
Los Angeles
Los Angeles está entre as 10 cidades mais baixas para os expatriados não têm muitos aspectos positivos para compartilhar. No entanto, a cidade é amada por seu clima local 4.º lugar, superados apenas por Lisboa 3.º, Miami 2.º e Barcelona 1.º. “O clima em Los Angeles é o melhor”, diz um expatriado do Brasil. No lado negativo, Los Angeles é eleita uma das piores cidades para o transporte local, e a dependência excessiva de carros e o “tráfego pesado” são frequentemente mencionados pelos expatriados como algumas das desvantagens da cidade. Além disso, Los Angeles é classificada como uma das cidades mais caras do mundo em geral 73.º, bem como para moradias específicas, 75.º.
Lima
Lima é a única cidade da América Central e do Sul que está na parte inferior 75 no geral. A cidade ocupa o pior lugar no Índice de qualidade de Vida Urbana, e quase três em cada cinco entrevistados não estão satisfeitos com o transporte local e quase três em 10 se preocupam com sua segurança pessoal. Um expatriado belga reclama de “insegurança geral, transporte público precário e cuidados de saúde caros”. Em uma nota positiva, mais da metade dos entrevistados estão satisfeitos com o custo de vida (um expat dos expatriados gostam de como as “despesas diárias são muito mais acessíveis”).
Nova York
A cidade de Nova York se encontra na 74 posição de cidades piores do mundo. Ela tem um desempenho ruim na maioria das subcategorias e é colocado entre as 10, primeiras em finanças, 73.º, saúde e meio ambiente 75.º, equilíbrio entre vida profissional e pessoal 76.º e custo de vida local 81.º. Cerca de seis em cada sete expatriados classificam o custo de vida local em Nova York muito negativo, e mais de três em cada dez o descrevem como muito ruim.
Yangon
Yangon está em 73.º na lista das piores cidades asiáticas. No entanto, os habitantes de Yangon são os mais amigáveis no mundo ocupando o 10.º lugar neste atributo na expat em todo o mundo (“O povo de o Myanmar é bom e muito fácil de trabalhar com eles. ”, diz um expatriado do Sri Lanka). Mas o baixo índice de qualidade de vida urbana á coloca muito atrás de outras cidades. “Eu não gosto do sistema de saúde ruim”, diz um expat sul-coreano. De fato, mais da metade dos participantes da pesquisa não estão satisfeitas também com os serviços de saúde disponíveis ou o transporte local em Yangon, e 31% classificam as opções de lazer locais ruins.

Fontes: Forbes, Banco criar.
Anterior


EmoticonEmoticon

Postagem em destaque

Um olhar para os piores lugares do mundo para viver 2019.

Um olhar para os piores lugares do mundo para viver 2019. A bela cidade de Paris, cidade da luz está em 78 das 82 cidades do rank...